Um cookbook é um livro de receitas (recipes), e normalmente se vale de o leitor possuir algum conhecimento sobre o assunto (culinária via de regta) para ensinar algumas receitas. Por exemplo, para aprender a fazer um bolo você precisa saber quebrar ovos, que é algo que ninguém te ensina – um dia você viu alguém quebrar ovos para cozinhar e pronto, hora da receita (Recipe Time!)

Eu ganhei da Packet mais um livro sobre Pentaho para resenhar, o Pentaho Data Integration Cookbook (Segunda Edição), lançado há algumas semanas. Ele não ensina como instalar o PDI, ou rodá-lo, nem explica o que é uma transformação, um job e como criar um novo de cada. Isso é tarefa para outros livros, como o também excelente Pentaho 3.2 Data Integration: Beginner’s Guide.

O PDI Cookbook te ensina receitas, pequenos how-to, para mais de 100 objetivos. Ele tem receitas para ensinar a conectar uma transformação a um banco de dados, e como parametrizá-la (e porquê), uma para ler dados de tabelas em bancos relacionais, outra para construir e usar sub-transformações e ainda outras sobre como gravar os dados em clusters Hadoop, manusear o fluxo e os metadados de transformações, executar análises de dados, gerar relatórios, executar dentro do BI Server e assim por diante. Ele não esgota as possibilidades, mas chega bem perto de. Você pode consultar a página do livro na Packt, aba Table of Contents, para ver a lista completa.

Estou com o livro há duas semanas e ainda não li o livro todo, mas olhei uma boa parte delas e fiz questão de ler com cuidado algumas receitas sobre coisas que eu conheço (como conexões parametrizadas, leitura de dados, lookups e fluxos) e algumas sobre coisas que eu nem imagino como sejam (como ler e gravar dados do Salesforce.com e do Hadoop.)

Cada receita demanda algum conhecimento prévio do leitor, mas tem informação o bastante para não deixar dúvidas para os iniciantes, sem aborrecer o leitor mais experiente. As figuras são usadas com parcimônia, notadamente quando os autores sentem necessidade delas para explicar melhor algum detalhe ou comunicar uma configuração com mais precisão. Se por um lado isso torna o livro menor (e ele já um bom catatau, com mais de 400 páginas), por outro força o leitor a prestar mais atenção e requer mais familiariedade com os termos envolvidos. Ele não dá tudo mastigadinho, mas tem boa didática e os textos são bem escritos (mais sobre isso daqui a um parágrafo.)

Muitas (se não todas) receitas trazem dicas sobre eventuais opções ou formas alternativas de se obter o mesmo resultado, ou ainda alguma variação sobre o tema. Em várias das receitas que eu li há comparações entre métodos (como o lookoup de dados, que explicita a diferença entre Database Lookup e Database Join, por exemplo) e em geral há comentários sobre impactos de performance quando são significativos. A location 400 traz um dos meus favoritos, pela engenhosidade: usar bancos de dados em memória (como HSQDB ou H2) para montar lookups transitórios de alta performance.

Claro que, como a maioria dos livros da Packt é escrita em inglês por não-nativos, a linguagem do livro é por vezes menos fluída que o inglês de um norte-americano ou britânico (ou mesmo um aussie.) Acho que essa é única coisa do livro que é mais… desconfortável, mas decididamente não afeta o resultado final.

Enfim, o livro é um verdadeiro baú do tesouro, com grande valor para desenvolvedores novatos ou experientes. Se você já sabe mexer com o PDI, e quer se aprofundar nele, esse livro é uma boa escolha. Se você quer aprender a mexer no PDI, procure antes algo como o PDI Begginer’s Guide, e depois não deixe de investir no PDI Cookbook (mas a segunda edição; a primeira ainda tinha espaço para melhorar, tanto que foi o que fizeram.)

É isso, grande leitura! ;-)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s