O Serpro acaba de homologar a licitação de compra de licenças do Pentaho Enterprise Edition! Isso significa que falta “apenas” pagar! :-)

De acordo com o site ComprasNet, o Serpro homologou hoje, 28 de novembro de 2012, às 12:16, a aquisição de R$1.302.192,96 em licenças Pentaho Enterprise Edition e com isso está prestes a se tornar a primeira empresa do governo federal a investir na versão corporativa do Pentaho.

Para ver o resultado acesse o link acima e percorra esse caminho:

  • Na barra de menus clique em Acesso Livre.
  • Selecione Consultas …
  • …e depois Atas de Pregões/Anexos.
  • Entre 31282012 no campo Número Pregão.
  • Clique em Ok.

Vai aparecer uma tabela com uma linha, referente à licitação. Clique no número dela e você terá algumas outras opções, incluindo “Termo de Homologação.” Clique nele para ver os dados confirmando a homologação. Eu não entendo do processo de licitação, mas pelo que eu já participei como fornecedor, o próximo passo é assinar ou pagar – alguma coisa assim. De qualquer forma, está feito!

A versão EE da suite oferece não apenas suporte e manutenção, mas melhorias em muitos pontos importantes para o Serviço Federal de Processamento de Dados,como maior facilidade de admnistração e melhores interfaces de usuário – como o Analyser e o Interactive Reporting.


23/12/2012 Atualização: estou de férias, mas um amigo me disse que o contrato foi assinado. Logo, 2012 agora é o ano oficial da primeira licença Pentaho adquirida pelo Serpro, e de maneira geral pelo Governo Federal Brasileiro.

P.S.: Gustavo Ostermann comentou que é uma vergonha o Serpro contratar a licença do Pentaho. O assunto é extenso e pretendo elaborar uma resposta adequada em meu outro blog, Solução em Aberto. Avisarei aqui quando isso acontecer.

Anúncios

2 comentários sobre “Serpro Homologa Compra do Pentaho Enterprise Edition

  1. Que vergonha!
    Onde está o sotware livre que o SERPRO tanto pregava?
    Imagino quem deve estar ganhando por fora com esta licitação!

    1. Gustavo, o Pentaho Enterprise Edition é praticamente igual ao Community Edition. Para entender isso consulte meu post a respeito. Portanto, eis ai o SL que o Serpro tanto prega, recebendo o mesmo tratamento que software proprietário.

      Quando o Serpro vende uma solução ele assina contratos com (altos) níveis de serviço. Níveis normalmente bancados por caríssimos contratos com empresas multinacionais de tamanhos de pequenos países – tais como IBM, Oracle, Microsoft, MicroStrategy, Informatica, Software AG etc. Seria uma imensa irresponsabilidade assumir esse SLA contando com o “suporte” de fóruns comunitários, wikis públicas etc. Ao pagar pela licença, o Serpro fez três coisas muito importantes: 1) garantiu sua capacidade de honrar o SLA contratado pelos clientes; 2) mandou ao mercado a mensagem de que está investindo seriamente em SL (Free as in freedom, not as in free beer) e 3) fez um investimento que vai ajudar a empresa que desenvolve a suite de BI mais livre do mundo a mantê-la livre e atualizada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s